Arquivos do Blog

O que as mentes mais brilhantes têm em comum?

Ao ler este post, me deparei com praticamente as três únicas pessoas por quem tenho admiração real: Leonardo Davinci, Albert Eistein e Steve Jobs. Os três fazem parte de um círculo muito pequeno da sociedade chamado “gênios”. Gênios não somente por sua capacidade matemática, eficiência em resolver problemas ou habilidade em falar outros idiomas. Estas pessoas, segundo Walter Isaacson, têm uma coisa em comum.

O autor lembra que algumas pessoas são gênios em um campo particular, como Euler na matemática ou Mozart na música. Segundo Isaacson, “o brilho de Leonardo da Vinci abrange várias disciplinas”.

Da Vinci era um gênio, mas não simplesmente porque ele era inteligente. Ele foi uma das pessoas mais curiosas que a história já conheceu, com sua criatividade fluindo por várias áreas do conhecimento deste a engenharia, artes, carpintaria até a medicina. Por isso, vale a boa frase da Edição da Whole Earth Catalog en 1974, muito conhecida pelo discurso proferido por Steve Jobs na universidade Stanford: “Stay Hungry, Stay Foolish”

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: