Empresa lança bebida energética em formato de pastilha

Clipboard01
Recebi hoje um e-mail interessante do meu amigo Rodrigo Barros, que estava navegando pelo Webrun e encontrou a matéria do Alexandre Koda, sobre uma nova pastilha energética efervescente lançada na semana passada. Algumas características do isotônico logo abaixo:

As pastilhas Suum são um novo formato de bebida isotônica para repor os sais minerais perdidos durante uma atividade física intensa. O repositor vem numa embalagem contendo 10 unidades e se assemelha a diversos produtos encontrados no mercado, como as Vitaminas C.
O Suum é uma idealização do atleta Johan Contreras e do farmacêutico-bioquímico Ivo Becaro, que adquiriram know-hall fora do país antes de iniciar uma produção 100% nacional. “Essa é a primeira opção no mercado interno com vantagens competitivas e diferenciais potencializados, pois sua fórmula também concentra vitamina B”, afirma Johan, diretor comercial da empresa
Entre os diferenciais deste tipo de isotônico está o fato de não possuir adição de açúcar, o que permite o consumo por pessoas diabéticas e a não existência de carboidratos, comum nas marcas concorrentes. Durante as disputas de longa distância, os atletas podem consumir o Suum sem se preocupar em ingerir calorias de forma demasiada, já que provavelmente já consumiram carboidratos na noite anterior.
Antes do lançamento, o Suum foi testado com um grupo de atletas do Grupo Pão de Açúcar que competiu a Race Across América, uma das mais tradicionais provas de ciclismo dos Estados Unidos, na qual os competidores são expostos a condições extremas de esforço físico. Segundo o nutricionista Mário Augusto Cunha, responsável pela aplicação do produto nos ciclistas, houve uma alternância no consumo da bebida eletrolítica e de gel, este último muitas vezes rejeitado.
Cada tubo contendo 10 pastilhas custa R$ 35 e pode ser encontrado em lojas de suplementos alimentares, farmácias, academias, ou no site oficial http://www.suum.com.br. O sabor lima-limão por enquanto é o único disponível.

Se pensarmos que uma unidade do Gel GU está a venda por $4 , o preço deste produto é até acessível. Resta ver se os resultados são satisfatórios ou ficam abaixo do Gel. Eu mesmo estou parando de utilizar o Gel em provas abaixo de 15K. Muitas vezes sinto ânsia e dor de cabeça após a prova.

E você? Gosta de utilizar Carboidratos durante a prova? Quais suas expectativas para a próxima geração de repositores energéticos?