Arquivo mensal: outubro 2012

Corrida SESI 10K

Minha Primeira corrida do SESI, que há tempos ouvia falar e sempre via as camisetas (O circuito tem uma boa quantidade de provas fora de São Paulo), mas a organização deixa um pouco a desejar.
Estou me acostumando a ir para as provas de Bike, praticando o Duathlon Urbano, depois de ver no número de peito que havia estacionamento para bikes na prova. Então saí do Ibirapuera, às 6:20 da matina.

Leia mais »

Anúncios

EcoRun SP 10K 2012 – A Day to remember [Post Atrasadíssimo]

Opa! Não era qualquer corrida: Essa aí foi a que começou todo o processo de Duathlon Urbano em corridas de rua!
Domingo, 6:15am. Passei na casa da Aline para irmos à mais uma prova na Cidade Universitária:A Eco Run 10K. Essa foi especial, pois tivemos a ideia de sairmos da Vila Olímpia de bike para chegar à cidade universitária. Eu até sairia de Interlagos mesmo, apesar da distância considerável para a USP (Em torno de 30KM), mas era a primeira vez que a Aline estava me acompanhando para uma prova oficial.
Chegando lá, desmontamos a bike do carro e partimos para a arena do evento. da VO (Vila Olímpia  para a Cidade Universitária (USP) são cerca de 5KM, então não dá nem pra cansar, serviu como um aquecimento mesmo.
Utilizamos o bicicletário da estação de trem, que disponibiliza uma quantidade razoável de lugares, e pudemos deixar as magrelas com tranquilidade e segurança.
Bem, agora faltava chegar no evento. A organização foi bem próxima a raia olímpica, portanto de fácil acesso para quem chegava pela Ciclovia ou áreas próximas.
Chegando lá fui recebido pela Patrícia Melendi, que cordialmente me concedeu o kit para esta prova.

O estante da TetraPak bombou nessa edição da EcoRun – Agradecimentos pela participação na prova =]

Ah, também tem aquela máquina que tira foto dos corredores e envia por e-mail. Tá certo que só fui receber quase um mês depois, mas chegou! =P

A limitação de atletas no evento por imposição da Administração da USP fez com que a organização tenha ocorrido sem problemas, com tempo hábil para retirada do Kit, preparação pré-prova, aquecimento, fotos e tudo mais. Não havia tumulto e a área de concentração estava bem aprazível.
Foi dada a largada. A Aline saiu comigo, mas eu avisei para que ela não tente acompanhar o ritmo dos corredores da largada, que frequentemente impõem um ritmo forte no início e depois acabam reduzindo no meio da prova. Este é o pior ritmo que se pode fazer em uma corrida: O regressivo. O ideal é que o ritmo seja sempre constante, ou progressivo (quando você inicia a corrida em um ritmo mais leve e vai aumentando a velocidade conforme o andamento da prova).
OPA [GANGNAM STYLE] ¬¬’ >>> Pausa para a Foto!

E lá fomos nós: a Aline nos 5K e eu nos 10K


Eu tava bem condicionado naquele dia, mas resolvi ir bem na manha, pois depois da prova tinha mais 40KM de Bike! Insano!!!
Como toda prova na USP, é impossível participar e não encontrarmos amigos pela concentração ou pela prova. E não é que o Corretor Corredor conseguiu tirar uma bela foto minha! Valeu!!!


E também encontrei o grande amigo e Blogger Eduardo Acácio:

Fechada a prova, fomos no Stand da Tetrapak e lá acabei encontrando as minhas amigas de corridas de rua Tati e Claudia.
Agora começou a terceira parte: Pedalada. Saímos da USP e fomos em direção à Vila Olímpia  para tomar um café da manhã reforçado para os próximos KM’s. Rodamos boa parte da Ciclofaixa, e de quebra ainda encontramos outros amigos que estavam pedalando. Aliás foi um dia muito especial, pois justamente nesse domingo havia sido inaugurada a ciclofaixa da avenida paulista. Da VO fomos para o Ibirapuera, onde subimos a Abílio Diniz Soares para chegar à avenida mais famosa de São Paulo (SP, claro, porque a avenida mais conhecida nos últimos meses foi a Avenida Brasil #OiOiOi). E quase no pé da Paulista, eis que surge uma ligação no celular. Era a Angélica e família que já estavam a postos no MASP, inaugurando a pedalada nessa região. Pra ficar completo, só faltava o Marcos, que costuma fazer trajetos longos com sua Speed e não pôde ir nesse dia.
O resultado foi essa linda foto abaixo, no primeiro dia de funcionamento da Faixa:

Depois da Paulista, fomos parar na Cidade Universitária, foi quando notamos que já tinhamos rodado 37KM’s, e então era hora de voltar.
Voltamos para a VO, onde finalizamos com um belo lanche da tarde e fechamos o dia com 48KM de Pedal e 10KM de corrida.
Foi um dia muito especial, pois em cada trecho reencontrei bons amigos e revi pessoas queridas. Além disso foi nessa prova que iniciei o costume de ir de Bike e fazer a prova de corrida de rua. Há muito mais lembranças e momentos, mas não cabe aqui, pois quem corre sabe que a cada prova podemos escrever um livro de sensações, que não seriam expressas somente por palavras.

CPM – Corrida para mulheres (M5K – McDonald’s 5K Edição 2012)

NÃAAAAAAAAAAAAAAAO! 

Eu não participei dessa prova (Só os homens que não entendem o sentido da corrida vão participar de uma prova para mulheres), mas passei por lá hoje de manhã, fazendo o meu Duathlon urbano pela cidade, fazendo a transição Bike + Corrida + Bike.
É incrível como uma prova que não cobrou absolutamente nada das inscritas ser tão excelente em organização, atendimento e sentimento de satisfação. Não posso comentar mais, pois hoje estava a caminho da SESI10K, que acontecera na praça Charles Miller, e tive que ir voando pra lá, portanto a única coisa que fiz foi comparecer à arena do evento, criar o lugar no Foursquare, bater uma foto e ir embora. Mas muitas amigas compartilharam suas experiências através das redes sociais, e o sentimento era o mesmo: O de uma prova bem organizada, um clima super agradável e pelo visto só reclamavam de uma coisa: o excesso de mulheres na prova (o_0).

Com certeza uma amiga em especial deve ter feito essa prova, pois foi sua primeira corrida e deve ter um significado muito importante para ela.

E também outras mulheres devem ter levantado cedo da cama nessa manhã de domingo para iniciar no mundo da corrida. A todas: MEUS PARABÉNS!
Ah, minha irmã também correu, e o que relatou foi que não precisou parar nenhuma vez para caminhar! É isso aí Sonia! Mais uma na família pro time running!

Logo mais conto sobre a experiência da corrida do SESI10K, mas com certeza, se eu fosse mulher, teria optado pela M5K!

%d blogueiros gostam disto: