Arquivo mensal: maio 2012

Corrida Vênus 04/03/2012

As mina pira na Corrida Vênus!
Fui apenas acompanhar uma amiga minha. Muito legal ver a vibe das meninas.

Hey, Bicão! Where are you going?

Pois é, dessa vez não paguei a inscrição da Adidas, e fui de bicão pra prova (É, eu sou o único que estou de camiseta vermelha).
Essa prova é sempre uma boa prova, pois quase todo o percurso é plano e permite que você desenvolva uma boa velocidade. No início, por conta das ruas estreitas, há muito empurra-empurra e acaba atrapalhando o começo da prova. Neste dia corremos: Eu, Shigueo, Flavia e Lucia.
Como a Flavia tinha voltado de viagem, resolvemos eu e o Shigueo corrermos um pouco mais rápido que as meninas, pois a Lucia ia com a irmã dela para dar uma força. Acontece que todos se perderam uns dos outros no meio do caminho e no final das contas ninguém foi com ninguém! Rsrsrs

 O quarteto fantástico da Adidas
 The crazy ones
Consegui tirar até a foto da Flávia cruzando o pórtico de chegada =)

Eu estava querendo correr a etapa de inverno desta prova, mas acho que vai ficar para a próxima, pois já tenho o circuito Athenas agendado (ainda faltam duas etapas) e de julho pra frente começam as provas de inverno (minha estação preferida).
Só fiquei arrependido de não ter me inscrito porque o kit é muito bacana. Tem uma garrafinha da hora, a toalha para o pós prova/treino e os outros mimos.

3K Parque do Carmo (Clínicas Olímpicas do Estadão)

Tradicionalmente eu vou ao parque do Carmo 1 vez ao ano: no dia 1 de Maio (Que este ano já não foi tão tradicional assim). Desta vez eu já compareci duas vezes. Me inscrevi para participar das clínicas olímpicas do estadão, uma ação que o Estado de São Paulo está promovendo para incentivar a prática esportiva por vários bairros da cidade de São Paulo.
Como a modalidade na etapa do Parque do Carmo era corrida, e eu tenho alguns amigos que moram pela região, resolvi me inscrever. Qual foi minha surpresa ao saber que a Vanessa Rocha também estava querendo participar e se inscreveu também? #AISIMHEIN?

Pois é! Foi uma série de fatores que me fez viajar 50KM´s para correr em uma prova de 3KM´s que não tinha sequer 1000 participantes.
Bem, neste dia a Lux tinha um passeio de bike com a Claudia logo pela manhã. Então pensei: Eu posso ir para a prova e deixar a Lux no caminho para encotrar com a Claudia, assim elas conseguem ir rapidamente e mais cedo ao evento. Também por conhecer amigos que moram na zona leste, eu poderia de lá ir visitá-los para fazer uma visitinha. E depois que eu soube que a Vanessa estava inscrita na prova (Foi a primeira prova dela), eu poderia incentivá-la a começar essa prática esportiva.
Pois bem, como eram só 3K eu nem treinei. Acabei dormindo um pouco tarde na noite anterior mas acordei no horário para ir ao evento. Passei na casa da Lucia para pegarmos a bike e ir até a Saúde, onde a Claudia estava esperando por ela para irem a algum lugar muito distante daqui para fazer mountain bike =)
Depois que nos encontramos, eu e a Vanessa partimos para a zona lost (Ops! Zona leste) e chegamos bem no horário da prova.

Como não haviam muitas pessoas, foi fácil pegar o kit e partir pra largada. Eu acabei indo no pace da Vanessa, que nunca tinha corrido. Praticamente caminhamos neste percurso cheio de árvores e neblina (Estava frio nesse dia!!!).

 Vanessa no meio da prova

E enfim nossas medalhas. Parabéns a Vanessa pela primeira prova realizada. Espero que seja a primeira de muitas que virão pela frente!
Keep Running

Imagens da #USP

Estava devendo esse post há um tempão pra Lucia. Só fui fazer agora depois de quase 5 meses!

Algumas belas imagens capturadas pela Lucia nos treinos sabáticos realizados na USP em Janeiro de 2012:

Foto: Lucia Yoshie Sakurai

Foto: Lucia Yoshie Sakurai

Foto: Lucia Yoshie Sakurai

(Nessa foto eu me vejo com 80 anos correndo…rsrsrs)

Foto: Lucia Yoshie Sakurai

“MUITAS VEZES É MAIS IMPORTANTE
A VIAGEM DO QUE O LUGAR ONDE
SE QUER CHEGAR”

Depois eu faço um post mais elaborado sobre a USP no Runnaholics. Todos os créditos da foto acima são de propriedade de Lucia Yoshie Sakurai.

Vasculhando nos arquivos…

…Lembrei do dia
25 de Janeiro de 2012: A foto que mudou a minha percepção sobre tudo o que eu pensava antes =)

A prova não "ida": Tribuna 10K

Domingo, 20 de maio de 2012. 5:09 da manhã. Tinha acordado no horário, um leve cansaço da fadiga da última semana que não havia sido muito fácil (até este momento, eu a considero a pior semana do ano). Porém, engana-se quem imaginou que eu estaria acordando para ir correr: Voltei a me virar pela cama, desliguei o alarme do celular e voltei a dormir.
Este relato, em minha vida, é uma rara situação que tenho vivido ultimamente. Nos últimos meses a minha rotina sempre foi de acordar muito, mas muito cedo mesmo (Eu gosto! meu pai sempre me criou ensinando que se deve acordar cedo para que o dia dure mais), em torno de 5:00 e 5:30. Mas o que aconteceu hoje? E justamente no dia em que eu teria uma prova em Santos (A mais famosa de lá: Tribuna 10K) para realizar? Vários fatores me fizeram desistir desta prova.
É, meus amigos: desistir. Em todo o meu tempo como corredor, missão dada era missão cumprida. Eu nunca havia desistido de participar de uma prova nem uma vez na vida. Haviam as provas em que eu estava inscrito para duas corridas no mesmo dia e horário, mas aí é diferente, pois eu estaria correndo em alguma delas. Mas desistir de correr? JAMAIS!
Bem, sempre há uma primeira vez pra tudo na vida: Romances, brigas, discussões, alegrias,tristezas, vencer, perder, desistir e lutar. Na verdade, estava tudo preparado para que fossemos a esta prova. Eu a a minha companheira de corridas, a Lux, já havíamos feito a inscrição há mais de 1 mês antes da prova, os treinos estavam em dia (aos sábados e domingos) e estávamos correndo até mais do que a prova exigia: 10KM.
Pois bem, eis que na última quarta, quando havíamos combinado de nos encontrarmos para que eu pegasse os documentos dela para retirar o kit, tivemos um desentendimento, o qual acarretou em uma triste situação de bloqueio entre nós, e desde esta quarta, não nos falamos mais. Eu reconheço que tenha dito coisas que não deveria ter falado (Que às vezes machucam mais do que alegram), mas a verdade deve ser dita, e disto não há como fugir.
Por conta destes problemas, ficou decidido na sexta feira que não iríamos mais. Então pensei se no último momento algum amigo ou corredor toparia ir para Santos disputar a prova. Recorri aos amigos que vejo com mais frequência nos treinos: o Shigueo e o Daniel. O Shigueo já tinha um compromisso à noite, e por este motivo não conseguiria ir no domingo pela manhã. Já o Daniel estava viajando, longe daqui com a sua família, e também tornaria inviável participar da prova. Então, no sábado, eu fiquei com as inscrições em casa (Minha e a da Lux) e sem ninguém para me acompanhar na prova. Não achava viável ir até Santos sozinho para correr a prova e voltar. Tudo bem que é uma prova maravilhosa, com vários amigos que eu iria encontrar por lá (Herbert, Rafa, Jobson, And Zacarias, Marcel e outros), mas a sensação de viajar sozinho depois de tudo o que aconteceu na semana não seria muito agradável.
Por isto, às 6:09am de hoje, eu ainda estava na cama enquanto pensava: “Esta hora eu estaria na estrada quase chegando em Santos, com o clima perfeito de hoje dava pra fazer um ótimo tempo!”
Pois bem, na vida, nem tudo é como a gente quer ou imagina que seja. Muitas vezes fazemos coisas e tomamos atitudes que podem inviabilizar uma série de outros eventos. Não temos controle sobre isso.
Lembrei da terceira lei de Newton neste momento:

Lei III: A toda ação há sempre uma reação oposta e de igual intensidade: ou as ações mútuas de dois corpos um sobre o outro são sempre iguais e dirigidas em direções opostas.

Talvez não tenha me atendado a palavra “opostas” ao realizar minha ação, mas creio que tenha sido o melhor a ser dito. Não esquentem se vocês não entenderem nada sobre esta parte, é porque não é para entender mesmo! Huahuahua.
Acordei às 7:30, depois de vários meses acordando muito cedo, mas muito cedo mesmo, fazendo religiosamente os treinos e corrida e bike nos fins de semana com a minha companheira. É uma rotina maravilhosa, pois depois do último namoro que eu tive (Que terminou em 2010), quase larguei a corrida, pois estava em uma fase depressiva em que nem vontade de correr eu tinha.

Então amigos, fica aqui relatada a minha primeira desistência em uma prova de corrida de rua. Não acho que não participar da prova tenha algum efeito negativo sobre as futuras provas, até porque poderiam existir outros fatores de mesmo impacto que me impediriam de ir a uma prova. Mas o ensinamento que eu retiro deste dia, é que sempre devemos fazer o que o nosso coração manda: Se não queres correr, não corra! Se estiveres sentindo que algo vai te prejudicar ou pode te ferir, não faça.
Portanto, hoje, na prova da Tribuna, os números 4829 (Eu) e 3987 (A Lux) não cruzaram a linha de chegada =(

A decisão a ser tomada só depende de você. Mas de qualquer forma, você tem que tomar uma decisão, porque a pior decisão é não decidir nada!
#KEEPRUNNING

Primeiro ano com a mudança de data: Corrida do trabalhador

Tradicionalmente, a corrida do trabalhador é realizada no próprio dia de comemoração: 1 de Maio.
Neste ano, coincidentemente (digo coincidentemente pois muitas coisas em minha vida mudaram neste ano) o dia da prova foi alterado para 06 de Maio.
Para quem nunca foi, vale a pena participar da prova. Ela é realizada no Parque do Carmo, situado na zona leste de São Paulo, no bairro de Itaquera. Com o percurso de 5 e 10K, você vai correr em meio a árvores, lagos, mato e alguns trechos de barro e pedregulho (Mas nada que possa afetar o seu desempenho).
Eu já faço esta prova há 4 anos, e a cada ano fico muito feliz em estar lá novamente.
Neste ano, quem participou comigo na prova foi a Adriana, que estava correndo em um ritmo mais tranquilo e acabou pegando leve. Eu tentei chamar a Lux para me acompanhar, mas como moramos muito longe de lá, ela achou prudente não viajar 55KM´s para correr 10K em um trecho cheio de altos e baixos (Fez bem, hein Lux? Rsrsrs).
Brincadeiras a parte, o percurso realmente não é uma maravilha pra quem nunca fez este circuito. Cercado de subidas e descidas (como é a topografia do parque), você não consegue estabilizar em um ritmo constante, pois sempre tem que diminuir o passo por conta de uma subida ou vai querer acelerar quando passar por uma bela ladeira. Este ano, estranhamente, a organização alterou o percurso, fazendo com que você já saísse com uma bela subida de uns 700m pela frente (A Adriana não acreditou quando viu a “subidinha”, rsrsrs).
Eu devo ter feito o melhor tempo em uma prova de 10K este ano, justamente nesta prova. Até aí muito bem, tudo legal, mas foi justamente na semana em que eu não estava com o meu celular (Que na verdade é o meu controlador de prova e ritmo) e não levei cronômetro.
Bem, quando a gente faz isso e paga pela prova, acredita que a organização vai marcar o nosso tempo justamente pelo CHIP que é dado na retirada do Kit, afinal é pra isso que ele serve. MAS, não contavam com a astúcia de uma determinada organização que não tem muito interesse no seu principal público, o corredor, e furaram geral a cronometragem desta prova. Eu não obtive muitos detalhes, mas parece que houve uma falha nos tapetes da prova e acabaram não marcando o tempo dos corredores. Para quem é aficcionado pra baixar tempo ou entrar em algum ranking, imagine como deve ser?
Mas vale cada subida, cada descida, cada reta fazer esta prova e dar a volta no parque todo, cercado de mata nativa e uma calmaria.

%d blogueiros gostam disto: